Publicado em : 19/06/17

Entomologista Walter Jorge dos Santos vai participar de Dia de Campo do Algodão




 

DCIM100MEDIADJI_0499.JPG

O Dia de Campo, que será realizado pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) em Sapezal, no próximo dia 30 (sexta-feira), contará com a presença do consultor Walter Jorge dos Santos, renomado especialista em bicudo-do-algodoeiro. Ele estará presente em uma das estações do Dia de Campo ao lado do pesquisador Edson Ricardo de Andrade Junior e do assessor técnico regional Renato Tachinardi, durante o evento que marcará a inauguração do Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Noroeste.
O bicudo (Anthonomus grandi, Boheman, 1843) será certamente o principal tema dessa estação no Dia de Campo, mas não o único. O ATR Renato Tachinardi falará sobre a atuação dos Grupos Técnicos do Algodão (GTAs), instalados em diversas regiões produtoras de Mato Grosso, inclusive em Sapezal. Um dos fatores que mais uniu o GTA de Sapezal foi justamente o combate ao bicudo, considerado a principal praga da cotonicultura nacional. Produtores e colaboradores das fazendas produtoras de algodão se reúnem para trocar experiências e aperfeiçoar as estratégias utilizadas na guerra ao bicudo e outras pragas do algodoeiro.
Fazer uma destruição eficiente dos restos culturais das lavouras de algodão é uma medida considerada fundamental para o sucesso dessa guerra e o manejo da destruição da soqueira será o tema da apresentação do pesquisador Edson de Andrade Junior. Ele apresentará os últimos resultados de ensaios conduzidos pelo IMAmt visando à destruição de soqueira, incluindo os casos de variedades resistentes ao glifosato, e abordará a posição do Instituto em relação aos métodos disponíveis. Outro aspecto a ser enfocado pelo pesquisador será a Instrução Normativa Conjunta Sedec/Indea-MT nº 001/2016, que divide Mato Grosso em duas regiões e estabelece para cada uma delas datas distintas para o vazio sanitário – período caracterizado pela ausência de plantas com risco fitossanitário e restrição de plantio do algodoeiro.
“É muito importante tratar de temas como destruição de soqueira e preparação para o início do vazio sanitário neste momento em que os produtores estão iniciando a colheita da safra 2016/17. O ideal é a destruição vá sendo feita à medida em que o algodão é colhido, visando reduzir a população de pragas e também vetores de doenças que se desenvolvem nas plantas rebrotadas”, afirma Edson Junior.

Especialista – Desde 1987 Walter Jorge frequenta as lavouras de Mato Grosso como pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), mas o seu contato com a cotonicultura é ainda mais antigo. A primeira vinda a Mato Grosso do dr Walter, como é conhecido por produtores e técnicos, ocorreu em 1973 por conta da presença de outra praga, a lagarta-rosada, em assentamentos da região de Cáceres onde se plantava algodão. Mas desde que o bicudo chegou a Mato Grosso, em 1992, o entomologista vem acompanhando a evolução da praga no estado.
Na condição de consultor do IMAmt, ele tem participado de ações dos GTAs visando o combate ao bicudo e outras pragas do algodoeiro. Ele reconhece que não é “tão simples” fazer a destruição efetiva dos restos culturais do algodão em decorrência de inúmeros fatores que dificultam as operações, tais como o clima e o uso cada vez maior de cultivares transgênicas com resistência aos principais herbicidas utilizados. O entomologista tem alertado que o bicudo só poderá ser controlado no estado se houver muita conscientização e “transparência” nas medidas de controle adotadas por todos os produtores. Entre essas medidas, ele destaca a destruição bem-feita dos restos culturais do algodoeiro ao final de cada safra e o monitoramento constante das lavouras.

Outras estações – A programação do Dia de Campo, que será iniciado às 7h30 com inscrições e café da manhã, prevê outras três estações, onde pesquisadores, consultores e outros representantes do IMAmt e da Comdeagro (Cooperativa Mista de Desenvolvimento do Agronegócio) estarão recepcionando os visitantes e fazendo breves palestras.
Em uma das estações, Marcio de Souza, coordenador de Projeto e Difusão de Tecnologias do IMAmt, estará apresentando as variedades desenvolvidas pelo Instituto, juntamente com Antonio Neto e Ueverton Rizzi, da Comdeagro.
Em outra estação, os pesquisadores Jean Belot (melhorista) e Rafael Galbieri (fitopatologista) falarão sobre novas variedades de algodoeiro, com ênfase na resistência e/ou tolerância à ramulária e a nematoides.
Controle biológico e manejo das principais pragas serão os temas da estação sob a responsabilidade dos pesquisadores Carlos Marcelo Soares e Jacob Crosariol Netto.
A solenidade de inauguração do CTDT do Núcleo Regional Noroeste – o quinto de uma série de unidades instaladas pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) e pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) nas principais regiões produtoras do estado –  está marcada para meio-dia e será seguida de almoço, a ser servido no local.  Os outros quatro CTDTs, inaugurados nos núcleos regionais Norte (Sorriso), Sul (Rondonópolis), Centro (Campo Verde) e Médio Norte (Campo Novo do Parecis), entre outubro de 2015 e setembro de 2016, já estão em pleno funcionamento, com a realização de cursos, treinamentos, e atividades de desenvolvimento e difusão de novas tecnologias.
Hoje o Núcleo Regional Noroeste é responsável hoje pela maior área de cultivo do algodão em Mato Grosso: na safra 2016/17, essa região cultivou 162 mil ha de um total de 626 mil ha cultivados no estado. De acordo com as estimativas de produtividade da Conab, nas fazendas dos municípios de Sapezal e Campos de Júlio deverão ser colhidas cerca de 257 mil toneladas de pluma – (o equivalente a 17% de todo algodão produzido no Brasil.

Serviço
O que: Inauguração do Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Noroeste e Dia de Campo do Algodão
Quando: 30 de junho (sexta-feira), a partir das 7h30
Onde: Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Centro Ampa/IMAmt – Rodovia BR-364, sentido Sapezal/Brasnorte, Km 1100, à direita, em frente à Fazenda Encantado

 

Deixe um comentário

Sobre autor

Assinar Site por Email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este Site e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Open

Entomologista Walter Jorge dos Santos vai participar de Dia de Campo do Algodão