Publicado em : 16/06/17

PM evita suicídio de mulher de 19 anos em Cuiabá; caso pode envolver desafio da Baleia Azul




Do: Olhar Direto

*Tentativa foi evitada pela PM – Foto Ilustrativa

 

 

Uma moça de 19 anos foi resgatada na tarde desta quarta-feira (14) no bairro Jardim Imperial, em Cuiabá. A vítima foi encontrada pela mãe cortando-se com aparelho de barbear. A Polícia Militar foi acionada via CIOSP e impediu o pior. O caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC) para saber se guarda relação com a corrente virtual intitulada “Baleia Azul”.

 

Conforme boletim de ocorrência, o fato ocorreu às 15h30 desta quarta-feira (14), na residência da jovem. Momento seguinte, oficiais de área foram acionados para atender ao caso.

Chegando ao local, os policiais encontraram a jovem se mutilando com um aparelho de barbear. Seus pulsos estavam ensanguentados e a vítima precisou ser contida, durante crise nervosa. Com apoio da PM, ela aceitou entregar o objeto cortante e recebeu os cuidados médicos iniciais de uma guarnição do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

A vítima foi encaminhada para a Policlínica do Coxipó e posteriormente encaminhada ao CISC Planalto, para lavratura de Boletim de Ocorrência.

A PJC investigará o caso, para saber se há relação com a corrente “Baleia Azul”, que mesmo distante das manchetes e das páginas da internet, ainda alcança uma quantidade considerável de jovens em Mato Grosso. Só na região Nordeste, onde uma estudante de Vila Rica chegou ao último estágio e cometeu suicídio, nove jovens foram identificados pela Polícia Militar (PM) como participantes do jogo. Alguns deles chegaram a receber ameaças dos curadores por querer desistir das etapas e agora serão ouvidos pela Polícia Civil, que investiga a autoria do crime.

Em abril uma adolescente de 16 anos, identificada como M.F.S.O., foi encontrada morta dentro de uma lagoa na cidade de Vila Rica (1.259 km de Cuiabá). A suspeita é de que a mulher tenha cometido suicídio por conta do Desafio da Baleia Azul. Familiares contaram que ela teria deixado uma carta, avisando que cometeria o suicídio por conta do desafio. O corpo da menina foi encontrado por volta das 14 horas desta terça-feira, dentro de uma lagoa na cidade.

Como Evitar – CVV:

O atendimento é das 24h pelo telefone 141 (Cuiabá e Várzea Grande) e (65) 3321-4111 (interior de Mato Grosso). Todos os atendentes são voluntários que atuam em diversas áreas, mas que têm em comum a vontade de ajudar e ouvir.

O CVV recebe, em média, 14 ligações por dia, seja de manhã, à tarde, à noite ou de madrugada. O perfil de quem liga no CVV não é padrão. São pessoas de todas as idades, classes sociais e filosofias de vida. O que todas elas têm em comum é a necessidade de falar. Contar suas angústias, tentar aliviar a solidão, o sentimento de vazio e a depressão.

O centro tem cerca de 48 voluntários. Todos passam por extensivos cursos para aprender a não julgar as pessoas, mesmo que indiretamente. Mesmo que não se concorde com o que a pessoa que ligou diz ou quer fazer, deve-se demonstrar compreensão, aceitar sem julgamento e, principalmente, ouvir.

O CVV também oferece atendimento pessoal. É só ir até a sede, na Rua Comandante Costa, nº 296, Centro, e tocar a campainha. Um voluntário plantonista fará o atendimento em uma cabine. O atendimento é diário, das 8h às 16h.

 

Deixe um comentário

Sobre autor

Assinar Site por Email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este Site e receber notificações de novas publicações por e-mail.

PM evita suicídio de mulher de 19 anos em Cuiabá; caso pode envolver desafio da Baleia Azul